Em casa e minha prima chega sem me avisar.

Publicado por: creyson em 12/10/2021
Categoria: Hetero
Leituras: 256 / Votos: 0 / Comentários: 0
Olá pessoal amantes de contos eróticos.
Essa história aconteceu no meio da pandemia.
Sou professor de educação física,por causa da pandemia estava trabalhando em casa, estava eu lá ministrando minhas aulas online sem ninguém em casa, alguém chama no portão quando fui ver era minha prima que chegou de viagem e eu n sabia que ela viria para Brasília, abrir o portão ela entrou falei pra ela fica a vontade pois estou trabalhando, ela entra para meu quarto e vai descansar descansar da viagem, até ao de boas, tive um intervalo de 20 minutos e fui fala com ela pra saber se precisava de alguma coisa, deitada na minha cama ela respondeu, preciso de uma toalha e uma massagem estou dolorida da viagem, não respondi nada e arrumei a toalha.
Meu celular toca, era minha mãe perguntando se Paty já tinha chegado, respondi; sim ela está tomando banho.
Arrumei um café pra ela é voltei para minhas aulas,   ela não falou nada tomou café e foi dormi.
A hora depois acabo minhas aula e fico no sofá assistindo tv, pois a próxima aula seria as 14:20, do nada escuto ela me chamar, e pediu realmente para fazer uma massagem nela, falei pra ela, arruma creme que já volto, voltei para o quarto e liguei a luz pra minha surpresa ela só estava de calsinha bem pequenina que só tampava a bucetinha, fiquei olhando e meu Pau logo de sinal de vida, ele meu passou o creme e deito, fiquei sentado do lado dela e comecei a massagem pelas costas dela, fazendo tudo b tranquilo e devagar, e observando a sua bundinha arrebitada, quando ela pediu para fazer as massagens nas penas e assim atendi o seu desejo, meu pau já estava latejando e babando de tanto tesão, ela viro e comecei a fazer a massagem nas penas dela, comecei no pé e fui subindo até chegar nas cochas dela foi a onde a coisa começou a esquentar, quando eu cheguei nas cochas dela, ela abriu as penas e nisso a bucetinha dela ficou bem visível e deu pra perceber que ela estava molhadinha, toda vês que eu passava a mau perto da sua virilha eu encostava na bucetinha dela, até o momento que comecei a acariciar a sua bucetinha por cima da calsinha , nesse momento ela pediu para eu tirar a calsinha dela, tirei com muito gosto , quando terminei de tirar ela abriu as pernas é falou Chupa vai, nem pensei em nada cai de boca na bucetinha da prima que já estava toda meladinha e gozou gostoso na minha boca, levantei coloquei ela sentada na beira da cama e tirei minha bermuda quando ela viu meu pau já foi logo abocanhando, qua delícia de boquete bem babado ela fez, chupou minha bolas que fui até o céu, gozei na boquinha dela que não deixou nenhuma gota bebeu tudo. Ela falou que queria ir no banheiro, ligo fui atrás dela queria muito meter naquela bucetinha, chegando no banheiro ela estava mijando nem liguei coloquei meu pau na boca dela de novo, ficou no ponto pra comer aquela bucetinha, entramos para o chuveiro e logo penetrei, que bucetinha apertadinha uma delícia, sentei no chão e ela começou cavalgar e gemer no meu ouvido e falar algumas putaria e dizendo que o tempo que estiver me Brasília quer me dá todo dia. E logo nos gozamos juntos.
O difícil foi fazer minhas aulas na parte da tarde.
Depois falo mais sobre o tempo que ela teve na minha casa.


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto