O Professor

Publicado por: alerandrovegas em 18/08/2020
Categoria: Corno
Leituras: 608 / Votos: 1 / Comentários: 1
Estávamos começando no mundo liberal , conhecendo casas e tentando fazer amigos , bem a casa que fomos era nossa primeira vez ,ficava na zona oeste , era grande , sauna , chuveiros , pista , palco para show , dois andares , um corredor enorme que foi modificado e tinha várias cabines nas laterais , um passeio ,ali era para acontecer , armários para guardar as coisas e um par de chinelos roupão de banho para quem estivesse a fim de ficar mais a vontade.
Era fim de noite já, tinhamos indo junto com um dos poucos ( únicos mesmo ) casais que conhecíamos, Luiza e Ricardo , hoje ainda frequentamos sua casa e temos amizade ainda , eles estavam sentados ao lado do bar , conversam com um homem , Luiza estava ao lado dele , o braço dele passava em sua cintura , Ricardo debatia algum assunto entusiasmado , risos , ela nos vê saindo , chama , nos chegamos , era hora da fofoca , como foi ? , com quem ficamos ? O que acharam do lugar ? Luiza era doidaaaaa tínhamos tido a primeira experiência de troca com eles . Ricardo levanta e nos puxa para apresentar ao homem ali , o nome Claudio , tinha um rosto marcante , mas estava bem acima do peso , sentado o camisao aberto com uma camiseta branca por baixo , ele tinha pelo menos 1,80 , mas passou um pouco do peso , branco olhos castanhos , bebeu curtiu a noite , agora tomava suco e água, a mao era grande , me cumprimenta , Luiza solta do seu braço puxa Paty, Luiza _ estes são novos no meio , casal H . Ele se levanta , fica grande perto dela mesmo de salto pega a mão se aproxima um beijo , dois, olha ela por inteiro , Ele _ Luiza vcs estão sempre com casais bonitos, olhava Paty, ele volta a cadeira se encosta no balcão, os cinco agora conversamos , eu e minha esposa ouvimos o papo era como tinha se conhecido e como foi a noite . Claudio reclama de um casal , queriam apenas se aproveitar, ele deixou os dois sozinhos no quarto privado , foi ao corredor e acabou sendo masturbado por uma mulher o marido era bi chupou ele , Cláudio era verdadeiro , curtiu mas não foi a melhor noite , conforme mudam de assunto ele puxa mais papo comigo e minha esposa   ( regra , vc tem de conquistar o casal, não só a esposa ) ele mostra a prateleira acima era onde ficavam 3 garrafas , estavam em nome dele , era tão bem vindo ali que já não pagava para entrar , era vip , eu falo minha esposa completa , como entramos e o porquê, ele encostado no bar, Luiza agora fica ali com a gente Ricardo foi dar uma volta e ver se a mesa do café estava pronta . Ficamos os 3 . Luiza fica no balcão , Ricardo estava do lado da gente , as duas agora e eu atrás de Paty   , ele conversa , Paty bebe o refri eu ainda na cerveja , Lu no refri ele no suco , ele passa a mão na bunda de Lu ela dá risada , xinga ele , rimos, eles tinham uma liberdade para isso depois sabemos d história deles , ele olha Paty ao lado , sua mao vai até o ombro seu dedo tira o cabelo que estava todo ali , eu olho fico minha , ela , bebia , parou , se recompõe, usa as mãos e joga todo cabelo para trás os seios se movimentam bem na altura dele ali.
Ricardo chega, o café está pronto , vamos , saímos todos , comemos um salgados , café quente , da um up, ele era grande , estava com quase100 kg , não era disforme, estavam distribuídos pelo corpo , mas se movimentava devagar . Vamos saindo, íamos de carona com Luiza e Ricardo, ele pergunta para que lado íamos, zona norte , ele vou para aquela região, perto de tal lugar . Patrícia me olha , não era tão perto mas Lu e Ricardo iam ficar de boa , Ricardo ia trabalhar e meia hora de sossego ajuda depois da balada . Não queríamos nada apenas carona mesmo , ainda tava escuro, mas logo o sol ia aparecer , eu e ela olhamos , Lu e Ricardo olham , Luiza _ para ela , baixinho _ ele é gente boa , pega a carona e se vc achar que deve da uma esticada , garanto que uma hidro agora cedo ajuda qualquer um kkkkkkkkkkkk, as duas dão risada , ela me chama , vamos com ele e eles vão pra casa direto . Beijos , abraços e o carro deles chega , o de Cláudio atrás, eu ainda era novato mesmo , abri a porta de trás ela entra eu vou na frente , saímos do lugar , Cláudio liga o radio , rock tocando , ele puxa assunto , vamos conversando eu olho ela sentada , ele olha o retrovisor interno os olhos dela em destaque verdes , ele não enrola muito _ Patrícia, Edson eu nao queria ir agora pra casa e gostaria de esticar um pouco vcs aceitam . Eu viro olho ela e ....... Vc tá a fim gatinha ? Ela olha , estava começando a clarear , ............. Vc nos deixa perto de casa depois ? Ele _ deixo vcs em casa se quiserem , ela ok , eu ok , ela bate no meu ombro , Ela _ troca de lugar comigo ? Aí eu me toquei , _ por favor Cláudio ,pode dar uma parada ali era um recuo de ônibus, ele para , eu saio abro a porta era pesada blindado , ela vem ajudo, ela vai entra , aí entro , ok vamos onde ? Ele ri e vamos indo , a saída do bairro demorou até a marginal , farol , começa a clarear , subimos a ponte , ele fala , perguntas , ela a frente , o carro era um sedan , os bancos em couro , ela passou o sinto dividia seus seios , as pernas a mostra , as coxas grossas, último farol , antes da marginal, ele seu braço direto estica, carro automático, a mão dele vai até sua coxa , olho , ela olha de canto , ele dá um sorriso, sua mão passeia pela coxa , a saia ficou mais para cima , ele olha a frente, subimos a ponte , sua mao passeia , por cima da saia , pela blusa dela , ele aperta um dos seios, sua mão entra pela lateral da frente única , ele para _ Patrícia tira o sutiã, vai ? Ela fica meio sem jeito , eu atrás falo sem pensar muito , Tira , Tira, Tira, risos , ela se ajeita ele entra na marginal ela solta puxa as alças e puxa ele todo pelo decote, joga atrás eu seguro , estava quente cheiroso . A marginal cheia de buracos , quem conhece São Paulo sabe , ele passa em algums , depressões, os seios soltos agora , pulam ele vai na faixa da direita , sua mão vai de novo sente os seios soltos , ele coloca por dentro do decote , macio , liso , quente , bico duro , ela se encosta no banco , ele faz um esforço solta o cinto abre a calça, abre e puxa , era um esforço pois a barriga caia , ainda mais sentado , assim mesmo abre a calca , pega a mão dela e coloca em seu pau , duro grosso grosso mas não grande , eu sou um cara normal ele estava um pouco abaixo (o meu 16 cm o dele não era muito maior que o meu a barriga cobria , e dobrava ) ela fica entre os bancos , suas costas ficam em minha visão, lisa seus seios apareciam na lateral ela tenta se equilibrar, fica bem no meio , seu braço esquerdo passa por entre o encosto de cabeça dele e vai ao ombro , seu braço direito vai até o pau dele , ela puxa a cueca para baixo ,   massageia , a barriga atrapalha , mas ela entra no clima , o sol começa a aparecer, ele vai mais devagar agora , está na faixa da direta , estava tudo quieto , poucos carros , ela estava se equilibrando , sua bunda estava entre o vão do freio e o banco , ele dirige , ela massageia , tenta punhetar mas não consegue , os seios esbarrava no braço dele , ele tenta puxar e beijar ela , ele segura o volante , ela agora volta ao banco , ele olha ela , entramos , em outra avenida , ele olha o motel a frente, entramos, a recepção, os documentos dos 3 . Ele paga , pede água, suco mais uma dose . A moça passa para a cozinha , não tinha fila era de manhã, a garagem , ele manobra o carro , entra devagar , o portão abaixa , ele sai , ela sai do outro lado eu também, ele na porta abre , ele vem , a saia subiu , os seios soltos, ele fica na porta , ela chega ele abraça , puxa sua cabeça um beijo , sua boca a engole , sua língua era grande , ele sufoca ela , ele puxa ela beija mais , suas mãos agora a agarram , passeiam por ela toda ele puxa a saia , seus seios agora ele abre o decote , eles saltam , sua mão aperta um de cada vez , a outra desce até a boceta lisa , ele a domina ali na porta eu fico ali olhando os dois , ele para ela entra eu vou atrás, ela olha para trás pede um minuto , olha procura , a porta de vidro , uma hidro , a cama redonda um espelho enorme , luzes TV, era legal , ele aponta o banheiro na porta de vidro , ela vai , eu fico com ele , fala se estamos de boa , eu sim ,Ele _ gostam de tudo , tem limites ? Eu _ vc vai descobrir , ela que dita o ritmo , um barulho era as coisa que pediu , ele vai até a portinha abre , uma bandeija , ele pega o uísque, muito gelo ele bebe um gole , a porta do banheiro abre , ela sai estava só de toalha e de salto ele olha ela , passa por ela da um beijo , o gosto do uísque era forte , ele entra no banheiro , ela fica do meu lado pego suco , Ela olha _ vai ficar vestido , eu olho dou risada um gole de suco , ela também, ela olha ao redor , Mo liga a hidro e vai enchendo vou desfrutar , me ajeito fico pelado , meu pau ainda mole , vou ligo a hidro viro ela sentada na cama , ligou a TV coloco no canal , entra uma morena levando ferro no rabo , ele sai do banheiro , era grande , pêlos espalhados pelo corpo redondo , a toalha ficou abaixo da barriga , o copo , ele bebia de golinho , o gelo ainda lá, fica fraco o uísque, ele vai , eu entro , ele olha ela ali , ela na cama , ele olha a TV, Ele _ vc curte o bi feminino ? Ela _ só tive uma experiência até agora , é gostei. Ele _ e ménage masculino já tiveram oportunidade ? Ela , não essa é a primeira , espero que seja gostoso. Ele kkkkk vc é o prato principal neste momento e eu estou faminto de vc . Ela olha , ele se aproxima, puxa ela , a toalha , ele , solta , ela fica nua , os seios soltos ele agora com as duas mãos agarra os dois suas mãos grandes seguram eles, sua boca vai direto aos bicos engole um de cada vez , ela apenas se solta , ele mama ela , quando não está com a boca em um deles ele a beija , , ela tenta colocar seus braços em torno dele , ele era grande , ele sabe deixar ela excitada , eu saio do banheiro vejo ele ali engolindo ela, ela me vê, sua mão pede um momento , eu fico ali tem uma cadeira vou e sento , ele se larga , eu vejo ele engolindo os seios dela um de cada vez a baba escorre , uma de suas mãos desce direto a sua boceta , ele babando, dedos , ele desce e penetra os dois, devagar , ela dá um gemido baixo ele sente, vai devagar , ele volta seus dedos a boca , ele fica entre os dois os seios , sua boca e a outra mão não largam os seios dela , ela abre as pernas um pouco seus dedos passeiam , ela geme , ele enfia com força sua mão é o limite , entra e sai ele geme , ele a desce para cama , ele para tira a toalha , seu pau grosso pequeno coberto ainda pela barriga , ele olha , vai com a mao, acaricia estava duro ela agora punheta a glande sai a cabeça rosada , ela vai de boca engole todo , era confortável para ela , Ele gemeu , a língua dela passeia com ele na boca , ele adora , ela fica assim algum tempo , ele treme , ela baba fica melado , ele pede mais , ele deita   ela de lado , a gordura espalha , a barriga agora não atrapalha , ela sabe , ela agora chupa melhor o pau , chupa , o movimento de vai e vem deixa ele louco   ela olha para ele , os olhos verdes , ela para , sua língua rosada lambe , mela o pau dele , ele gosta _ Puta me chupa , engole meu pau gostoso vai . Ela da um sorriso , era muito safada , engole , lambe sua mão massageia e punheta sua língua passeia pelo saco , as bolas ela suga uma , e depois a outra , sua boca mela tudo , ele delira _ Caralho vc é muito vadia, faz mais mais , ela não perdoa , faz mais lambe , engole , mela massageia , ele fica doido , eu olho ela está deixando ele doido , e eu ali também, ela agora vira e me olha , lambe o pau dele , pára sua boca , vou chupar vc melhor , quero seu pau ....... Eu fico doido   ela vira para ele , e continua , eu me levanto ela estava de lado , eu levanto uma das pernas e vou direto a sua boceta , estava quente molhada , eu vou direto , minha língua passeia , ela se deixa , mama ele , e eu sugo ela , estamos os 3 , eu passo a língua no grelo duro , ela está largada na cama , ela suga ele, engole tudo sua língua gira entorno do pau grosso , ele geme , eu doido sugo sua boceta , ela geme, quero ver ela gozar , e ela se solta , ela faz ele chegar ao ponto , ela agora vai e vem rápido ele grita _ vadia vou gozar na sua boca safada , ela não para , eu não paro , eu sinto a boceta quente o melado escorre , ele quer gozar também eu contínuo ,coloco dois dedos , entro sai entro sai e a língua passeia, ele treme , ela treme , ele goza , ela engasga , o melado de porra escorre , ela geme , treme, sua boceta me aperta , ela goza o néctar escorre em minha boca , gostoso , eu somente sugo, ela me lambuza , ela se vira , ele ainda treme , eu fico de joelhos na cama , ela vira fica de 4 eu vou e enfiou em sua boceta , ela pede força , enfia essa rola em mim ,eu obedeço e vou de uma só vez , liso molhado quente , meu pau vai sem resistência, ele geme , ele olha ela , suas caras e bocas ele levanta , vê meu pau entrando e saindo , aperta seus peitos soltos, ela grita , ele puxa sua cabeça, beija ela , ela deixa , eu continuo o entra e sai , vou gozar , meu pau enche ela de porra , eu para e tiro , ele vem, seu pau duro , ele vai e enfia nela , ela deixa , ele entra era grosso mas não batia fundo ela , da um sorriso , eu vou a frente , ela pede para deitar a frente , eu fico com meu pau ali deitado ela apenas me engole . Ela engole meu pau vai fundo , estava apoiada pelos braços, eu seguro meu pau duro ela engole , ela quer gozar de novo , ela sente ele atrás, entra sai , entra sai , ele não perde o ritmo segurava sua bunda , estocadas a barriga fica em cima das nadegas ele vai , entra em ritmo e mantém, ela usa uma das mãos e começa a massagear sua boceta , o grelo ela quer gozar e começa a mamar meu pau , estamos os 3 ali , ela era o prato principal , ele quer gozar , ela quer gozar eu também, eu me punheta sua boca passeia , e ele enfia até onde pode o pau na Boceta quente dela . Estamos os 3 chegando , ela grita , eu começo a gozar era pouco ele atrás também, dentro da boceta , ela apenas espera , ele tira , ela me lambe , ele tira , escorre, pau dele pulsa , ele gozou gostoso _ agora valeu a noite   ela desaba , deita na cama , sua boceta escorre porra , ela apenas passa a mão sente , dois dedos, ela leva a boca lambe , os olhos fechados , ela nua , Cláudio , respira levanta estava suando , . Ela olha a banheira, me pede ajuda , tira a sandália e vai até a banheira , ela entra , devagar estava norma a agua , se encosta , fecha os olhos e curte os jatos batendo no corpo . Eu pego duas toalhas , deixo de lado e entro , fico de frente , os seios flutuam , ela quieta , eu abro as pernas me equilíbrio ela olha e da um risinho , Cláudio, chega , olha ela , os seios flutuando , ele gosta, ela olha ele , Ela _ vc vai entra ou vai ficar aí ? ela se afasta eu me ajeito ele entra, ficamos os 3 ele do lado dela , Cláudio coloca o braço de apoio para a cabeça dela , ela aceita eu fico com os pés, ela curte , ouvimos o som da TV , outra mulher gemia , eram dois pegando ela , conversamos, ficamos os 3 ali , o startak, ( celular da época) toca , ele me pede para pegar , saio da hidro pego na calça, entrego ele abre com uma mão mesmo, era a irmã Ele diz que está perto ,chega logo , ela desliga ele também. Ele puxa ela pela cabeça, da um beijo sua mão aperta um dos seios , ele engole ela , ela pega seu pau embaixo da água, eu fico olhando ela rola por cima , ele agora suga de novo os peitos molhados, os bicos ficam ourissados , ele chupa um de cada vez , agora mais devagar , ela quer mais , ele sai da banheira escorre água ela sai ele a agarra , por trás, lambe suas costas, seu pau grosso fica no meio de sua bunda ela sem o salto , ele fica maior que ela , a leva em direção da cama quer ela de 4 de novo ele vai ao seu Cu , ela   se arreganha , ele tenta enfiar , ele estava latejando , ele saliva os dedos , um dedos bem melado , ela deixa , ele enfia ela pede devagar , ele obedece, eu olho meu pau duro, ela deixa entrar , entra e sai , entra e sai , ela curte , ele entra e sai devagar ele curte , ele laceia , mais saliva ele passa no pau , e no Cu dela, ele arregaça as nadegas dela ,sua barriga limita ele não desiste, seu pau grosso vai devagar ele sente , entra a cabeça e o resto era pouco, ele bomba , ela deixa ele entra e sai com cuidado para não escapar ela sente , era gostoso, ela curte o entra e sai , ele entra e sai entra e sai , fica assim ela agora se masturba , ele continua estava gostoso ele adora , ela o deixou louco e ele aproveita , comeu sua boceta e agora o Cu gostoso ele vai assim até gozar de novo , goza dentro dela , ela geme , ele segura , seu pau cospe , ela sente o quente da porra , ela sente o melado , ele tira e escorre , eu olho , ela me olha e pede pra enfiar nela , eu vou , meu pau era maior ela sente a cabeça entrar um gemido ela geme agora ,Ela _ vai porra me fode , meu pau entra , Ela _ põe tudo Mo, põe essa rola toda no meu Cu vai , eu vou entro devagar e paro ela geme respira e eu começo o vai e vem, ela geme, eu não paro quero muito comer ela , e meto com força, meu pau vai fundo um gemido um suspiro ela pede devagar eu vou , o vai e vem, o.movimento é uma delícia, meu pau vai e vem , eu vou mais rápido agora ela geme , eu quero meter mais , fica gostoso eu seguro pelas nadegas estava laceando ela mais ainda , eu não resisto e gozo, gozo porra nela, seu rabo fica cheio , ela grita ....... goza , eu seguro um pouco ela vai deitando meu pau sai , pingano ainda , ela deita espasmos , ela treme , eu me levanto , Cláudio olha a gente, ele vê meu pau , mole pulsando ainda , ela deitada, se torcendo ainda , ele vai até ela, beija a boca dela , agradece a noite , kkkkk ela olha, seus olhos verdes fecham, ela pede algums minutos para se recompor , ele vai ao banheiro eu vou juntando as minhas roupas às dela , vejo ela ali , sento na cama me apoio e beijo suas costas ele ri , podemos ir agora , estou cansada e vc me judiou eu dou risada , Cláudio sai do banheiro ela levanta eu ajudo ele passa por ela, um sorriso , Ela _ Espero que tenho gostado Cláudio, ele olha ri . Bem nos arrumamos todos , ela põe a roupa era dia , estava quente , vamos para o carro o ar ligado , vamos indo , Cláudio nos deixa na porta , de casa , agradecemos, só beijinhos , pois   podia ter alguém ali , Ele _ quando podemos marcar de novo . Ela quando puder avisa ok . Eu agradeço, Ele _ eu agradeço, Bela, mulher e muito gostosa vc está de parabéns, agradeço e entramos ele demora , entramos ele no fone sai . No dia seguinte minha esposa me liga , Mo , ganhei um presentao , o que foi , de quem ? O Cláudio, mandou uma camisola linda , uma sandália perfume e algumas bolinha de gel . Eu nossaaaaaakkkkkkkoss . Ela _um bilhete . ...... Bem cheguei a noite Ela me espera Olha que linda a camisola .......era vermelha kkkkk kkk.


Comentários

alerandrovegas em : 21/08/2020

Olá, a todos que leram e aos que cgearwm até aqui agradeço se puderem comentar , preciso da opinião de vcs para melhorar, elogios e críticas são bem vendo desde já obrigado .