Uma noite de prazer

Publicado por: aranha em 17/01/2018
Categoria: Lésbico
Leituras: 915 / Votos: 0 / Comentários: 0
Por Melissa:
Fui pra casa de umas amigas, estava rolando uma social, meus pais viajaram então aproveitei pra sair. Minhas amigas Bruna,Laura e Thamires estavam todas acompanhadas, sempre andávamos juntas,eu, as três e suas namoradas. Sim eu era a vela quase sempre! Tinha acabado de chegar no local, elas já estavam bebendo, quando me dei conta vi uma garota de cabelos ruivos na tonalidade clara, seus olhos era tão claros quanto seus cabelos e sua pele branquinha, ela se aproximou timidamente sentando-se na rodinha
-Melissa.. Essa é a Karla, resolvemos chama-la pra nossa social, acho que nunca te falei dela ne? (Disse Laura)
-não, mas muito prazer Karla
-o prazer é meu.
A noite estava apenas começando, por algum motivo meus olhos estavam vidrados na garota que eu acabei de conhecer, ela tinha traços marcantes e um sorriso encantador! Vez ou outra ela retribuia os olhares. Minhas amigas atacava as bebidas, eu bebi controladamente enquanto Karla tomou somente uma dose de vodka e nada mais, eu quis puxar assunto enquanto apenas nós duas ficamos ali de vela mas não consegui, não deu pra pronunciar uma só palavra, as horas se passaram e quando deu 00:00 minhas amigas já falavam coisa com coisa, a bebida ja as tinham atingido, apenas eu e Karla sóbria rindo da situação
-acho que é melhor irmos embora (falei sorrindo e fitando-a)
-está mesmo na hora, as bebidas acabaram
-mas você so tomou uma dose! (Ela riu timidamente)
-foi o bastante pra mim sou fraca com bebidas. Bom acho que já vou
-espera.. eu.. Estou de moto posso te dar uma carona se quiser
-não irá ser incômodo?
-de forma alguma
Ainda consegui despertar Laura para que fosse fechar a porta pra gente e em seguida liguei a moto e ela subiu na garupa, foi indicando o caminho até chegar em sua casa. Quando eu ia me despedir ouvi uma gritaria vindo de lá
-droga! Ainda
-o que está havendo?
-sai pra fugir dessa briga toda ai chego e está a mesma coisa, são meus pais, mas parecem mais cão e gato
-imagino o quanto é ruim ter que presenciar isso
-é horrível! Desconfortável tentar dormir assim
-bom.. se você quiser dormir na minha casa.. meus pais viajaram e eu estou sozinha, seria bom ter companhia
-mas você é quase que uma estranha pra mim
-você aceitou minha carona e não teve medo, porque negar agora? Durmo no quarto de meus pais e você no meu
-não precisa se incomodar Melissa
-não é incômodo, me sentirei até melhor em não dormir sozinha
-então se é assim eu aceito
Sorri e dirigi até a minha casa entrando com ela
-não repare a bagunça
-não se preocupe
Fui até a geladeira e peguei duas skol beats, uma Verde e uma azul
-qual você quer?
-eu não quero mais beber
-não vai fazer mal algum, você tomou so uma dose, me acompanha
-ok tudo bem, mas só pra te acompanhar, quero a azul.
-ótimo!
Tirei a tampa das duas garrafas e levantei como se fosse em sinal de de brinde e logo levei até a boca e ela tambem
-humm deliciosa! (Falei olhando-a tomando seu segundo gole da bebida)
-nunca tomei da Verde
-ah sério? Prova da minha então (bom se ela provasse dos meus lábios daria no mesmo mas não tive coragem de fazer essa sugestão,apenas trocamos de garrafa para que ela pudesse provar da minha bebida)
-tem razão, é ótima! Porém prefiro a azul (Ela sorriu, e porra! Que sorriso lindo Karla tem)
Começamos a conversar sobre assuntos diversos, ela tinha dito que não queria beber mas com nosso papo acabamos virando três garrafinhas cada uma mas estávamos sóbrias, de 1 a 100 estávamos 90%
-seu sorriso é bonito (disparo a frase sem pensar,droga!)
-rs obrigada (Ela disse corando, suas bochechas tinham ficado rosadas)
-você já quer dormir?
-seria bom
-vem comigo até meu quarto, vou te emprestar um Baby doll para dormir confortável.
Ela assentiu com a cabeça e me seguiu, mexi no meu guarda roupa e peguei a peça de roupa de cor vermelha e a entreguei, ela ficou parada na minha frente me olhando e eu fazia o mesmo, depois de alguns minutos ela sorriu deixando soar sua risada
-o que foi?
eu esperava que saísse para que eu possa me trocar
-ah desculpa!
Me retirei do quarto pra que ela pudesse se trocar, tomei mais uma cerveja e me sentia um pouco embriagada, mas não por conta do álcool, por conta da beleza de Karla, ficar ali com ela sozinha não era tão seguro. Quando eu estava acabando de tomar a cerveja ela surgiu na porta do quarto vestindo o meu Baby doll e estava fodidamente sexy, engoli a saliva tentando disfarçar meu olhar que queria percorrer seu corpo.
-pronto, onde posso dormir?
-la.. no.. meu quarto (falei meu que pausamente, não estava dando pra disfarçar, eu estava coberta em desejo por essa garota)
Ela se aproximou sentando ao meu lado no sofá
-Melissa..
-Oi
-se me quer tanto porque não fala?
Eu travei no momento em que ela disse isso, estava tão óbvio assim?
-bom.. Eu.. Eu.. (droga! Não saía uma palavra se quer)
-eu percebi a maneira com que me cobiça, e não precisa ficar envergonhada ou nervosa,vejo desejo em seus olhos
-eu juro que tentei disfarçar eu.. (ela colocou o dedo indicador na minha boca impedindo-me de terminar de falar)
-shiii.. nosso corpo expressa muita coisa sabia?
-infelizmente sim
-você está excitada? (Porra! Não acredito que ela perguntou isso tão diretamente)
-eu? (Fiquei mais nervosa que o normal)
-exatamente, você! Me diz..
-eu precisaria de mais álcool em meu corpo pra te falar algo assim (falei se levantando pra pegar mais bebida mas ela segurou meu braço me fazendo sentar de novo)
-ei mais bebida não, você não quer esquecer o que vai rolar aqui ne?
(Eu sou uma idiota mesmo, ela falando essas coisas e tudo que eu consegui fazer foi ficar paralisada enquanto ela se aproximava)
-ja que não quer falar sinta-me (colocou minha mão por dentro do short do baby doll e dps por baixo do tecido de sua calcinha)
-sinta o quanto estou excitada!
(Porra! Ela colocou minha mão em seu sexo, e ela estava tão molhada)
-nossa! (Suspirei mordendo o lábio inferior. Ela tirou minha mão do local e sentiu em meu colo com uma perna de cada lado e eu pude sentir uma vibração em meu corpo com o calor de sua intimidade em minhas pernas)
-se realmente me quer, estou aqui pra você! Eu também te quero e desejo o mesmo que tu deseja!
(Já era mais que na hora de fazer algo, levei minhas mãos até sua cintura onde apertei puxando seu corpo pra mais perto e ataques seus lábios rosados em um beijo calmo e intenso, senti a textura deles encontro com os meus, eram tão macios e seu beijo não era desesperado, era daqueles que quando mais você beijava mais queria)
(Já era mais que na hora de fazer algo, levei minhas mãos até sua cintura onde apertei puxando seu corpo pra mais perto e ataquei seus lábios rosados em um beijo calmo e intenso, senti a textura deles de encontro com os meus, eram tão macios e seu beijo não era desesperado, era daqueles que quando mais você beijava mais queria. Ela rapidamente tirou a parte de cima do babydoll e estava sem sutiã, eu tinha ali a minha frente um belo par de seios médios rosados e durinhos, mordi o lábio inferior antes de passar a minha língua em volta da aréola de seu seio esquerdo fazendo-a arrepiar-se, comecei a sugar devagar enquanto minha mão acariciava o outro passando a pontinha do dedo indicador em seu mamilo, ela suspirava ofegante, o barulho de sucção com o meu ato me deixava ainda mais excitada, comecei a sugar seu outro seio enquanto acariciei uma de suas coxas torneadas, Karla tinha um corpo incrível! Você se perderia em prazer apenas em olhá-la. Ela olhava atentamente enquanto eu chupava seios seios e sentia o delicioso frescor de sua pele, ela tinha um cheiro adocicado que me deixava intorpedida!
-uuhm Melissa! Isso..
Ela gemia enquanto me olhava
-faz mais rápido.. uuhm!
Logo atendi a seu pedido sugando freneticamente seu mamilo
-ohh.. isso.. assim.. está muito gostoso
-você está me deixando louca garota! -falei com a respiração acelerada
-você ainda não viu nada!
Karla começou a beijar meu pescoço escorregando sua linda por toda extensão e mordeu de leve o lóbulo de minha orelha, eu podia sentir a ia respiração ao pé da minha orelha quando ela sussurrou
-vamos pra cama, eu quero transar com voce, e quero agora!
Imediatamente nos levantamos daquele sofá e fomos pra meu quarto
-tira essa blusa Melissa, ela n terá serventia nenhuma (disse com um sorriso malicioso) logo tirei minha blusa e o sutiã ficando apenas de calcinha, enquanto fazia isso ela já havia tirado toda sua roupa, estava completamente despida pra mim, sua barriga era perfeitamente em forma, seus seios belos e chamativos, e sua intimidade.. Nossa.. perfeitamente depilada. A joguei na cama e comecei a distribuir beijos em sua barriga, vez ou outra passei minha lingua rastejando por sua pele
-você tem um cheiro tão doce (falei enquanto percorria seu corpo com beijos e caricias)
-uuhm eu gosto.. do seu toque! (Ela disse ofegante)
Fui beijando de sua barriga até seu pescoço e quando cheguei ali ataquei seus lábios carnudos, eu estava sedenta pra beija-la novamente, chupei a sua língua avidamente, ela tinha um beijo muito bom! Pelas reações de seu corpo resolvi parar de tortura e desci ficando entre as suas pernas..
-agora so fecha os olhos Karla.. e relaxa!
Separei um pouco suas pernas e passei a minha língua de sua entrada até seu clitóris, ela já estava notavelmente excitada, deslizei minha língua no local e chupei deliberadamente e freneticamente
-oohh.. Uuhm!
Ela gemia de uma forma tão gostosa que eu sentia a minha intimidade pulsar com aqueles sons. Minha língua bailava por toda extensão de seu sexo, horas deslizava em seu clitóris outras eu chupava da forma mais gostosa que pude. Parei oq estava fazendo e olhei p ela com se pedisse permissão pra prosseguir,e pelo seu olhar eu soube que naquele momento ela era minha, estava totalmente entregue a mim,e eu a ela.
Com a sua permissão a penetrei com um dedo, comecei a fazer movimentos de entra e sai e logo coloquei mais um dedo..
-oooh Melissa!
Melhor coisa em um momento desses é ouvir a pessoa gemendo falando seu nome, e ela ainda arranhava as minhas costas..isso estava me deixando louca! Meus movimentos eram de início leves e lentos mas logo aumentei a velocidade estocando cada vez mais rápido enquanto meu polegar massageava seu clitóris..
-uuhm isso.. ooh.. mais rápido Melissa..
-assim?
Estoquei mais rápido e forte e passei minha língua em seu clitóris que pulsava de excitação
-isso.. assim.. uhh!! -está gostoso assim? (Perguntei e fui passando a pontinha da língua em sua intimidade sem parar de penetra-la)
-oohh sim!! Muito.. gostoso.. não para por favor.
Me movimentei um pouco na cama para beijar seus lábios, sua boca carnuda, enquanto nos beijavamos senti o quanto sua respiração estava acelerada, beijei seu pescoço, passando a língua e dei uma mordidinha no lóbulo de sua orelha e logo os pelinhos de seus braços se eriçaram.. meus dedos permanecia em um entra e sai constante em sua intimidade.. e com minha mão livre apertei seu seio esquerdo e ela colocou a mão por cima da minha guiando como se quisesse mostrar a maneira que queria ser tocada.. eu estava em uma excitação total,sentia meu sexo latejando enquanto dava prazer pra Karla,e seus gemidos ecoavam no quarto me fazendo entrar em transe.. comecei a chupa-la ainda estocando meus dedos dentro dela -oohh.. uuhh... eu.. não estou mais aguentando .. uhh
Senti as paredes de sua intimidade apertar-se contra meus dedos e ela explodiu em um orgasmo intenso, retirei meus dedos de dentro dela levando-os até sua boca para que provasse do seu próprio gosto -uuh.. uau (Ela mordia os lábios, seu corpo ainda sentindo os efeitos do orgasmo)
-você gostou? (Falei beijando sua barriga)
-Sim.. eu.. mal tenho fôlego.. agora é minha vez de retribuir o prazer que você me deu
Meu corpo ainda estava quente pelo orgasmo que me foi proporcionado, essa garota tem uma coisa que me deixa fora de mim, não sei explicar, so sei que quero senti-la o máximo que eu puder. Saí da cama e ela me olhou frustrada -onde você vai?
-calma baby, so vou pegar meu celular, quero colocar uma música (Peguei meu celular e dei play na música Skin de Rihanna, ela logo se animou prevendo o que eu faria. Me aproximei da cama no embalo da música e comecei a rebolar ritmadamente, passando as mãos pelo meu corpo, por todas as partes que antes ela havia depositado caricias, coloquei minha perna direita na cama e deslizei a mão de baixo pra cima, ela acompanhava todos os meus movimentos com um olhar atento e uma expressão saliente, virei de costas e rebolei de maneira mais sensual possível quando senti ela me agarrando por trás dando uma leve mordia em meu ombro)
-uuh.. calminha Baby girl, o comando agora é meu!
(A empurrei na cama subindo pra cima dela, a música ainda n tinha acabado mas foda-se, eu só queria agora poder beijar aqueles lábios e ouvi-la gemer de prazer. Eu não queria penetra-la, isso não seria necessário.. não comigo! Passei minhas mãos por sua cintura formosa e arranhei sua barriga deixando leves marcas, rastros de minhas unhas em seu corpo e logo fui beijando esses rastros avermelhados, segurei seus dois seios com as mãos iniciando uma massagem gostosa, mas eles eram tão belos e tentadores que não aguentei e comecei a chupar primeiro um e depois o outro.. suguei com um pouco de força observando sua reação que era de aprovação, fui sugando e deslizando minha língua
-oohh.. sua.. boca.. É tão gostosa (Ela disse sussurando. Minha língua morna e molhada foi deslizando pelo seu mamilo e fui subindo pra seu pescoço e dei alguns chupões que provavelmente deixaria marcas, as minhas marcas! Ela a todo tempo gemia mordia o lábio inferior, meu hálito quente batia em seu ouvido quando falei baixinho
-você é tão gostosa Melissa! Não imagina o quanto!
Não deixei q ela falasse nada, apenas ataquei seus labios sentindo o gosto do seu beijo, sua lingua em sintonia com a minha, seus labios nos meus
Pov Karla
Beijei seus lábios novamente ouvindo seus suspiros, ela estava quente e eu mais quente ainda, me posicionei entre suas pernas e comecei a chupa-la deliberadamente passando minha língua movimentando-a de diversas formas -uuhh.. Karla! Ooh
Seus gemidos roucos me deixava louca!
-ta gostoso? -uuhh sim! Muito
-então geme mais pra mim baby!
-ooh my god! Uuh
Ela gemia movimentando seu quadril e minha boca permanecia ali deliciando-me e satisfazendo seu prazer.. depois de algum minutos em um sexo oral senti que ela logo chegaria ao seu ápice, parei os movimentos -ooh não! Eu estava quase la! (Ela resmungou)
-você vai chegar la e junto comigo!
Encaixei minhas pernas nas dela encostando nossas intimidades que pulsava em excitação ja lubrificadas naturalmente, fui sentindo aquele delicioso contato de seu clitóris junto ao meu, ela logo começou a se mover tbm de forma mais rápida e cada vez mais próxima a mim roçando sua intimidade na minha -oohh.. uuuh.. que gostoso Karla.. uuuh
Eu poderia chegar ao orgasmo so com esses gemidos dela, senti como uma corrente Eletrica em meu corpo e uma forte pressão, chegamos ao orgasmo juntas, senti seu gozo morno misturando-se com o meu
-ooh Melissa! Isso foi.. uau! Incrível (nossas respirações estavam ofegantes)
Beijei os lábios dela saindo da posição em que estava e se deitei agarrando-me em seu corpo suado,o meu tbm estava,nunca pensaria que uma social chegaria a uma noite de prazer tão deliciosa!


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto