Alma Gêmea !!

Publicado por: pontog em 28/01/2018
Categoria: Hetero
Leituras: 870 / Votos: 0 / Comentários: 0
Eu e minha irmã gêmea apesar de sermos a cópia fiel uma da outra,nunca tentamos confundir ou enganar ninguém,como a grande maioria.Nem mesmo quando Laura me pediu para interceder junto ao seu futuro noivo Daniel.Na verdade,ela queria que eu fosse ao encontro dele no quarto de hotel e comunicasse que não haveria mais casamento,pois sua carreira de modelo internacional era mais importante.Apesar de ter tentado argumentar que deveria ser ela a resolver o problema,não tive como recusar,depois de ter sido convenientemente lembrada de que Laura tb já tinha quebrado alguns galhos meus,não naquela proporção,(fato),mas enfim...Por isso,agora estava ali,louca para encerrar aquela história para poder seguir tranquilamente com a minha vida.Não conhecia meu futuro ex-cunhado,só tinha visto algumas fotos em jornais,sendo ele um rico empresário,muito temido no mundo do negócios.Seria assim tb no campo pessoal?Portanto,óbvio que minha tensão era justificável naquelas circunstâncias.Meu coração falhou uma batida,ao ouvir a porta abrir e fechar e então o vi.Fiquei super impressionada ao constatar que Daniel era infinitamente mais bonito e atraente ao vivo e a cores do que retratado em sessões de economia.Vi que ele também me olhou,sorriu para mim,como se acreditasse que eu era sua noiva e não Letícia,sua futura ou quase cunhada,ou nem isso(sei la)e comecei a me arrepender de ter ido lá.Se não fosse rápida na explicação,aquilo não ia prestar.Iámos passar de meros desconhecidos a ardentes amantes,a julgar pela forma que aquele sujeito me olhava.Parecia absurdo mas fiquei molhadinha imediatamente. Achei que ia dar na cara o quanto estava excitada, pois os bicos de meus seios ficaram duros, aparecendo na minha blusa branca e justa .Vi que ele não tirava o olho dos meus peitos,e sem graça olhei para a porta em dúvida se devia dar a má noticia ou se devia simplesmente fugir.Mas Daniel não me deu a menor chance de optar por estas duas alternativas ao barrar meu caminho dizendo.
-Ja perdemos tempo demais.Quero você!
So então me dei conta,que minha irmã gêmea e o noivo nunca tinham ido pra cama,antes.Que bizarro,para os dias de hoje!Estava disposta a esclarecer o mal entendido e contar o que realmente vim fazer ali,quando Daniel me puxou pela cintura e me beijou com tanto gosto que parecia que queria me engolir.Cara,que beijo.Porém,logo segurei suas mãos que procuravam avidamente meus seios,tentando desesperadamente impedí-lo de prosseguir.Como um homem inteligente como ele,pelo menos para os números,poderia me confundir com Laura?Apesar de sermos extremamente parecidas,tínhamos estilos completamente opostos uma da outra.Enquanto Laura era refinada,vivia sempre na moda,eu,Letícia preferia usar roupas mais simples e despojadas e naquele momento especificamente,não fugia à regra,sem contar que os meus cabelos eram um pouco mais compridos e ondulados.Talvez,os homens realmente pouco se importassem com aqueles detalhes,segundo eles próprios,tão insignificantes e banais.Tentei me desvencilhar e dizer algo,mas fui assaltada com outro beijo e sem conseguir me conter gemi ao senti-lo abocanhar meu peito,depois outro,mesmo sobre o vestido.Em seguida,Daniel se afastou um pouco e comecei a tirar os sapatos e depois a roupa,sem parar de me comer com os olhos.Precisava escapar!Quando dei as costas a ele,provavelmente pensou que eu o estava provocando,pois logo fui abraçada por trás,enquanto para meu deleite e horror,me despia rapidamente.Eu estava melada, minha xana ardia de tesão, chegava a doer,mas aquilo não era desculpa para ser irresponsável e ...devassa.Ignorando meus pensamentos,Daniel sarrou seu pau enorme na minha bunda ao mesmo tempo que enfiou suas mãos entre minhas pernas,masturbando minha buceta,constatando trinfante que eu estava pronta pra ser comida a qualquer hora.Realmente estava,se fosse em outra situação,se minha irmã não estivesse na historia,se eu...Tive meus devaneios abruptamente interrompidos quando Daniel me virou de frente e puxando-me pelos cabelos me forçou a ajoelhar na sua frente.Antes que pudesse reagir,empurrou sua rola dentro da minha boca,me chamando de todos os nomes possíveis, de puta pra baixo.Mandei então a razão as favas.Esqueci Laura,o pudor e todo o resto! Chupei aquele pinto com muito gosto, ele ia até minha garganta.Daniel ficou maluco, me colocou na cama de quatro e sem demora,enfiou seu pau em minha buceta, sem dó, me rasgando inteira, era muito grande. Eu fui ao delírio, que sensação gostosa. Logo começou a meter seu dedo em meu cu também, adorei.Nunca fui comida daquele jeito,com tanta vontade e paixão.Ficamos assim um tempão, eu rebolando e Daniel bulinando meus seios e agora enfiando lentamente sua pica no seu cuzinho.No momento em que gozávamos bateram a porta, entramos em pânico.Ou pelo menos eu entrei.Apressadamente peguei as roupas disposta a ir ao banheiro me vestir enquanto Daniel,com toda a calma do mundo,colocava apenas um roupão,antes de atender.Só podia ser Laura que finalmente tinha percebido que eu estava com a razão,mas não poderia ter tido esse maldito insigth",depois de minha partida?Me tranquei no banheiro,sentindo-me a mais traidora das criaturas,uma vagabunda...na verdade.Lavei os pulsos,me arrumei em tempo recorde me preparando para nossa pior briga entre irmãs.De fato era Laura que me chamou do lado de fora.Resignada,eu fui e fiquei chocada ao receber dela um abraço caloroso seguido por uma piscada pra Daniel,como se ambos tivessem armado tudo aquilo.Sozinhos outra vez,perguntei o que estava havendo,então Daniel confidenciou que tinha me visto uma vez e tinha ficado maluco de desejo,mas que havia ficado com a irma errada.
-Você é doido.-falei,já novamente despida,gemendo ao senti-lo meter o seu pau inteiro dentro de mim.
-Sim, só...por você.Casa comigo?!


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto