Poesia pura e louca

Publicado por: serenissima em 01/01/2020
Categoria: Poesia
Leituras: 188 / Votos: 2 / Comentários: 2

Poema puro e louco
Me render a seus desvarios
Prender teus pulsos com algema
Esperar que você gema

Lamber teu corpo nu
Pedacinho por pedacinho
Desse seu corpo gostoso
Conheço bem o caminho

Te vejo se contorcendo
Não conseguindo se aguentar
Quer usar as mãos, desesperado
Enquanto as minhas, deixo vagar

E numa coisa desenfreada
Te percebo se arrepiando
Luxúria, delícia
Devagar vou me abaixando

Poesia pura e louca
Ter você na minha boca
Lambendo, chupando
Enquanto você vai delirando

E uns minutos depois
Vem seu gozo gostoso
Quente, forte
Te engulo e guardo pra mim o gosto.

Sereníssima



Comentários

jessicachichona em : 05/02/2020

Que loucura...


teca em : 12/08/2020

Show, adorei.