Dando o cu para travestis

Publicado por: josecarlos em 17/01/2018
Categoria: Travesti
Leituras: 4430 / Votos: 0 / Comentários: 0
Um certo dia estava trabalhando como vendedor de porta-a-porta. Toquei a campainha de um prédio e uma morena muito bonita me atendeu com uma cara de safada. Já gostei. Perguntei se ela era a dona da casa, ela disse que não, mas que a dona não demorava a chegar, então eu disse que voltava depois.
Meia hora depois, toquei novamente a campainha e a mesma morena me atendeu, disse que a amiga ainda não havia chegado e pediu pra que eu voltasse mais tarde. Quando retornei, a morena me pediu para entrar. Ela estava com uma roupa de dormir muito excitante. Logo apareceram duas amigas: uma loira linda e uma morena, que não tinha muita beleza, mas também não era de todo feia.
Estava sentado no sofá e a loira começou a falar comigo. Comecei a venda do meu produto quando ela disse que tinha algo mais interessante para me mostrar: abriu a camisola e mostrou um pau lindo, de uns 23cm. Logo que vi me assustei! Não esperava ver aquilo... Logo as outras também começaram a mostrar os seus dotes, começaram a me alisar, descendo pelo meu pau, me beijando e me lambendo... Até que loira esfregou o seu cacete na minha cara! Eu gostei. Passou o pau na minha boca, no meu nariz, no meu rosto todo... Eu estava excitado e comecei a mamar aquele cacete gostoso.
Logo as outras duas se aproximaram, então mamei as três travecas. Depois fomos para o quarto, elas tiraram minha roupa e começaram a lamber a minha bunda. Eu sou peludo, não gosto de me depilar. Começaram a me chupar, até que uma delas enfiou o dedo no meu cu. Eu fui gostando.
Em seguida elas pegaram o gel e começaram a passar no meu cuzinho, colocaram a camisinha e enquanto eu mamava a loira, as outras duas começavam a comer meu cuzinho. Elas iam revezando. Eu estava tão excitado elas enfiavam o pau e eu gemia e gritava, mas gostava de sentir aquele pau entrando e saindo do meu cu. Até que uma delas disse que iria gozar e derramou todo leite na minha bunda. A outra batia uma punheta e gozou logo em seguida. A loira, que estava com o pau na minha boca, fez questão de enfiar ainda mais num movimento frenético... acabou esporando tudo na minha língua e me fez mamar, lamber e engolir tudo.
Saí daquela casa o homem mais satisfeito do mundo. Foi a primeira vez que levei pica no cuzinho. Fiquei sentindo dores por quase uma semana, mas queria outra vez.
Nunca mais tive um momento tão bom como com aquelas travestis safadas.


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto