Tranzei com meu sobrinho

Publicado por: josecarlos em 22/01/2018
Categoria: Incesto Gay
Leituras: 5941 / Votos: 2 / Comentários: 2

Na noite de natal família toda reunida
Alegria comprimentos abraços
Colocando o papo em dia
Fui com a minha mulher e meus filhos
E tínhamos uns sobrinhos que moravam em outra cidade distante
A gente ficava mais tempo sem se ver
A última vez que os vi havia mais de anos
O Lucas então tinha uns 14 anos
Eu sempre notei ele diferente com jeito mais delicado em comparação aos outros meninos
O vi o abracei tomou bênção de mim
Estava rapaz alto magro
E um corpo escultural bem feminino e ainda mais delicado que a gente já sabia
O reparei de cima embaixo e admirei sua beleza
Até fiquei pensativo depois por alguns minutos por estar admirando outro homem
Eu corria olho por onde ele ia com uma linda bunda
Precisava sair dali e dar tempo
Pois eu estava com tesão e não podia deixar ninguém perceber
Disse pra minha esposa que iria numa conveniência inventei que iria comprar cigarros
Sai andando devagar quando abri a porta do carro vem Lucas atrás dizendo que queria ir comigo pois precisava comprar uma bebida de sua preferência
Era satanás atiçando
Disse que tudo bem poderia ir comigo
Eu estava de pau duro e ele percebeu
Olhando fixamente no meu pau
E disse descarado nossa tio que volume e esse
Fiquei em silêncio entramos no carro e fomos
No caminho eu estático sem dizer nenhuma palavra
Ele me olhava
Eu me perguntado
Que caralho era aquele em sentir tesão por outro homem
Ele sempre puxando assunto comigo eu apenas o respondia
Fomos numa conveniência de posto de combustível na beira de uma rodovia
Comprei meu cigarro e sai pra fora da loja
Ele ficou dentro da loja enquanto isso acendi um cigarro
Dei uma relaxada logo ele veio se requebrava todo e delicado
Se aproximou eu disse que já estava terminando de fumar e iríamos embora
Ele disse pra não me preocupar que estava tranquilo
E me olhou nos olhos
Me dizendo que o tempo foi gêneroso me deixando um coroa muito lindo
Com o sorriso agradeci
Disse que ele estava muito bonito também
Ele me agradeceu com um sorriso safado
Já me com uma cantada direta disse que se eu fosse seu tio me queria muito
Pois eu era lindo e tinha um belo volume entre as pernas
Sorri e fiquei trêmulo sem graça
Apenas disse que a gente tinha que ir embora é entramos no carro
Fomos saindo dali devagar o pátio do posto escuro com vários caminhões estacionados
Num local escuro ele pegou na minha mão e pediu para eu parar o carro
Disse que iria me mostrar algo parei desliguei os faróis
Ele com sua mão pegou no meu pau que estava duro o tirando para fora da calça
Fiquei em silêncio ele com sua boca engolindo o todo
Eu estava louco de tesão na bunda do meu sobrinho
Eu chupava se deliciava sua língua magica me levava ao céu
Eu gemia de tesão ele dizia que delicia de pau titio
Comecei a deslizar minha mão em seu corpo na sua bunda
Tirei sua roupa nossos pelos estavam arrepiados de desejos
Passava o dedo no seu cu que piscava
O puxo e beijo sua boca loucamente
Enquanto ele rebolava em cima de mim roçando bunda em meu pau
Ele molha o dedo de saliva e lubrifica a bunda
E coloca meu pau no cuzinho apertado e vai sentando lentamente com suaves cavalgadas
No abraçamos e sinto a cada sentimento entrando naquela bunda linda redonda e durinha
Ele geme e cavalga e me beija
Em poucas estocados sinto que não dá pra segurar e aviso que vou gozar
Ele rebola e trancado meu pau em seu cu delicioso
O gozo vem eu urro como um touro e sinto a esguichar porra no seu cu
O beijo aliviado
E ficamos alguns minutos abraçados
Sem dizer nenhuma palavra nos vestimos e voltamos pra festa
E lá ninguém percebeu nada
E noite toda vez outra trocamos olhar
Agora fico pensativo
Sobre minha sexualidade
Pois gosto muito de mulher
E me veio essa atração por outro homem
Várias perguntas na cabeça
Se sou gay homossexual ?
Ou se aquilo foi apenas um desejo algo passageiro ou um fetiche ?
Porém deixa o tempo passar é só assim terei respostas as minhas perguntas


Comentários

aranha em : 26/01/2018

Muito bom


bundinha em : 11/09/2018

Muito bom e a bundinha de um garoto quem resiste!