Tipo Familia

Publicado por: josecarlos em 19/01/2018
Categoria: Confissão
Leituras: 6899 / Votos: 0 / Comentários: 0
Hoje vou confessa um segredo que aconteceu comigo quando levei minha família à praia vou conta desde do começo, era um dia muito quente e resolvi leva a família toda para o litoral de Santos. Meu nome é José Carlos sou casado há quase 25 anos, tenho 50 anos, minha esposa tem 45 anos mais é uma bela mulher, com isso tenho duas filhas, uma se chama Carla que tem 18 anos e a outra se chama Isabela que é uma adolescente, estamos arrumando tudo para leva para a baixada santista, já no carro seguindo para o litoral de santos pegamos um pouco de transito por ser um feriado.
Minha esposa muito feliz por descansa um pouco na praia e minha filhas rindo muito no carro, quando já estamos chegando em nossa casa de praia, já na garagem tiramos as coisas do carro, entrando para dentro casa, minha esposa vai fazer o almoço para nós, minha filha mais velha há Carla pega e vai anda um pouco na praia para ver o movimento, já minha filha mais nova a Isabela vai para o quarto toma banho e dormi um pouco por esta com sono ainda.
Chega à hora do almoço, minha esposa vai até o quarto acorda a Isabela, minha filha mais velha Carla chega depois de anda um pouco na praia e eu já estou sentado há mesa esperando minha esposa e filhas, já todos sentados à mesa começaram a conversa minha filha Carla fala sobre o movimento na praia que está bom e nem esta muito cheio, já a Isabela conta uma piada não muito engraçada e minha esposa com um pouco de sono fala vou me deita na cama e tenta dormi um pouco.
Já saindo da mesa e fui para a sala ver televisão, minhas duas filhas seguiram para teus quartos, quando do nada meu celular toca, era minha irmã avisando que iria trazer minha sozinha mais nova para se junta a nós no feriado, passa um tempo e umas horas depois, a campainha toca é minha irmã com minha sobrinha que se chama Renata, que tem por volta de uma idade indefinida, ela entra e vai para o quarto da prima Isabela, assim eu e minha irmã conversamos um pouco na sala antes dela volta a pega a estrada rumo a São Paulo.
Papo vai papo vem minha irmã decide ir embora para não pegar transito se despedi e segue rumo a São Paulo para amanha sexta feira trabalha no feriado. Vai passando o tempo e vem há noite, minha mulher acorda e vai fazer uns lanches para nós comermos como se fosse a janta, minha filha e sobrinha já estão dormindo, mais a minha filha mais velha vai sair para curti a noite numa bala, eu e minha esposa comemos os lanches e ficamos na sala assistindo televisão, quando estou mudando de canal vendo que estava passando um filme pornô, minha mulher por ser muito safadinha disse deixa no filme mais abaixa o volume da televisão.
Nisso a gente continua assistindo o filme pornô, minha mulher por sua vez tira meu cacete para fora da cueca e começa um boquete, falando que iria me fazer goza na boca dela, passa o tempo e já quase gozando, tenho uma bela ideia e chamo minha esposa para uma loucura na praia deserta com uma linda noite de lua cheia.
Minha esposa aceita a ideia e coloca um vestido mais sem calcinha, enquanto eu coloco a minha bermuda sem cueca e sem camisa vamos para a praia num lugar bem distante cheio de pedras, começamos a nos beija na boca intensamente, eu já estava um pouco excitado com meu pau bem duro, minha esposa por sua vez já queria e pedia para mete, fode e enfia logo meu pau na sua buceta, resolvi atende seu pedido falei para ela encosta nas pedras, pego e puxo suas pernas para cima e começa a socar meu pau bem forte, com força na sua xana, ela começa a geme aiiiii aiiiiiiiiiii uiiii me fode amor! Me fode e me come com tudo amor!
Algum tempo depois de transamos muito e os dois gozamos juntos, pegamos o caminho de volta a casa onde todos dormiam.
Minha esposa e eu deitamos na cama e adormecemos, já amanhecendo por volta 8 horas da manha vou para sala só de cueca ver televisão, o tempo passa e percebo que minha sobrinha Renata acorda, vem até mim na sala fala tio quero toma café da manha, gentilmente vou até a cozinha fazer algo para ela comer, minha sobrinha toma seu café e volta para sala, nisso ficamos ali vendo desenhos, minha sobrinha fala tio posso senta no teu colo, meio sem graça falo sim para minha sobrinha, com isso ela vem e senta no meu colo passa alguns minutos, ela sem percebe começa a rebola na inocencia perto do meu pau, me deixando meio excitado e sem graça, falo a ela senta um pouco no sofá o tio vai no banheiro e já volta.
Nesse momento fico uns 10 minutos para minha excitação passa no banheiro quando ouço minha esposa me chama para toma café da manha, saio do banheiro com isso minha filha mais nova Isabela entra para toma banho e se arruma, por outro lado minha sobrinha Renata que já tomou café continua assistindo os desenhos na televisão, já por volta de 9 horas minha filha mais velha Carla chega da balada com um paquera, um menino da mesma idade que ela chamado Ivan que passa um tempo conversando comigo e minha esposa, antes dele sair para sua casa, neste momento minha esposa me fala vamos ao supermercado compras algumas coisas que faltam aqui em casa.
Aviso a minha filha Carla para toma de conta de sua irmã e prima, sigo para o carro onde minha esposa já esta dentro e saímos para o supermercado para as compras, passando algum tempo no mercado percebo que tem uma jovem mulher me olhando muito, nisso com um olhar discreto olha para ela vejo que se trata de uma mulher adulta muito gostosa sendo que é morena, cabelos cumpridos e pretos, com seios médios, uma bunda media mais bem empinada com um corpo de musa, mais o tempo é curto minha esposa me chama para paga a conta do supermercado, para podemos volta para casa, no caminho minha esposa fala que percebeu uma mulher estranha olhando para mim, com isso fico assustado mais não demonstro surpresa e falo nem ligo para outra mulher, você é a mulher de meus olhos , nisso minha esposa da um sorriso e me diz te amo amor.
Quase chegando a casa no caminho minha esposa quer olhar a praia para ver como anda o movimento, nesse caso paro o carro e descemos para andar um pouco na areia até a hora do almoço, passa o tempo e já esta na hora, minha esposa fala vamos embora, tenho que fazer comida e as meninas já devem esta com fome, entrando na garagem percebo que minha esposa louca para entra em casa, nisso ela entra e vai para cozinha fazer o almoço, minha filha Carla vem até mim para conversa sobre dinheiro que ela queria ir no shopping com sua irmã e prima para pega um cinema, nisso eu falo quando você quer filha em? – responde minha filha me da uns 150 reais assim eu, minha irmã e prima podemos ir ao cinema, depois comer algo e até compra alguma coisas para nós, nisso dou o dinheiro e falo cuidado com sua irmã e prima no shopping nisso minha filha Carla pega a chave do carro e chama a irmã e prima, avisa vamos para o shopping, elas entram no carro e sai, aviso a minha esposa para não fazer muita comida porque somente nós dois vamos almoça. Minha esposa fica contente por estarmos sozinhos assim ela pode anda nua pela casa e fica mais a vontade, nisso vou para o quarto deita na cama e relaxa um pouco mais passando pelo quarto da Isabela vejo um papel com algo escrito fala sobre desejo de beija outra menina na boca.
Nisso chamo minha esposa para ler o papel, ela fica impressionada com o desejo lesbico de nossa filha mais nova por outra menina, me pergunta o que faremos sobre o assunto em? – respondo eu nada deixa nossa filha tomar coragem e vim conversa com a gente sobre o assunto.
Minha esposa concorda com minha ideia e diz deve ser coisa de momento adolescente nada para se preocupa.
Anoitece minha filha mais velha chega do shopping com a irmã e a prima, vão para o quarto se arruma para toma banho, passa umas duas horas e vou chama as meninas para jantar passando em frente ao quarto de minha filha mais nova ouço uma conversa dela com sua amiga, falando que quer transar e perde a virgindade com amiga que esta conversando no celular, nisso fico assustando e impressionado por minha filha tão nova já fala assim abertamente sobre sexo com a amiga, desço para a cozinha e fala para minha esposa sobre o que eu ouvir naquele momento, minha esposa numa reação de raiva chama aos gritos minha filha mais nova para conversa, sobre sua opção sexual dela.
Isabela começa a conta desde quando sente algo por meninas e dizendo a minha esposa: – mãe sempre tive esta opção sexual e desejo por menina e já perdi meu Bv com um menino mais não gostei, mais conversando com minha amiga num sábado por sms no celular sobre meu lado lesbico e minha amiga me deu a ideia de tenta beija na boca de outra menina para ver se gosto. Minha esposa se desespera ao ouvi tudo isso e fala não aceito filha minha lesbica, você esta doente minha filha, eu entro na conversa e digo a minha esposa para com este preconceito deixa a menina segui seu caminho na opção sexual que ela deseja para sua vida ao logo de seu crescimento, minha esposa se calma e concorda comigo e diz se prender é pior, mais avisa a ela se for namorar com outra menina, mais dentro de casa a perto de minha visão estamos conversadas minha filha.
– Isabela sem muita opção concorda com a mãe e vai para o quarto e fecha porta, minha esposa me fala será que agimos certo: – respondo que sim vamos deixa nossa filha ter responsabilidade por suas escolhas na vida e não passa a mão na cabeça dela, filhos são criados para o mundo e não para os pais completo minha ideia. Segue os dias sem mais novidade, a praia esta ótima e minha família se divertindo muito ao longo do dia, quando chega a semana de voltamos para São Paulo, arrumando as coisas e entramos no carro para segui viagem até nossa casa.
No carro todos quietos sem fala nada, assim passa o dos dias minhas filhas crescem e se casam tudo acaba bem.


Comentários

Seja o primeiro a comentar nesse conto